logo-academia-site
logo-academia02
  • Slide 03
  • Slide 02
  • Slide 01
  • Slide 04

joao-batista-de-almeida

João Batista de Almeida

Nasceu em Cuiabá-MT, no dia 24 de junho de 1948, descendendo de Henrique Ferreira de Almeida e Mariana Rosa de Almeida.

Seus estudos iniciais foram feitos em sua terra natal, junto ao Grupo Escolar Magno e no Colégio Estadual de Mato Grosso. Para se preparar para os estudos universitários, cursou, no Instituto de Ciências e Letras de Cuiabá - ICLC, o Colégio Pré-Vestibular.

Possui duas formaturas, em Pedagogia (1974) e em Direito (1981), ambas cursadas na Universidade Federal de Mato Grosso.

Profissionalmente, seus trabalhos iniciais se circunscreveram à área da comunicação, tendo sido locutor da Rádio Bom Jesus de Cuiabá (1968) e da Rádio Difusora Bom Jesus de Cuiabá (1969).

No âmbito do Magistério, lecionou no Centro Educacional Nilo Póvoas, na Capital, entre os anos de 1972 e 1974; no Liceu Salesiano São Gonçalo; na Escola Estadual Ulisses Cuiabano e na Escola Estadual João Briene de Camargo, também em Cuiabá. Mais tarde, lecionou junto à Escola Superior do Ministério Público, entre 1994 e 2002.

Assessorou a Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetagri-MT), entre 1972 e 1978. Junto à Federação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura de Cuiabá – Contag, orientou o Sindicado da Delegacia do mesmo órgão, no ano de 1972.

Técnico da Companhia de Desenvolvimento do Estado de Mato Grosso, Codemat, entre 1978 e 1982.

No campo da política, foi eleito Vereador da Câmara Municipal de Cuiabá, de 1986-1987.

Advogado militante em Cuiabá, entre os anos de 1981 e 1986.

Ingressou no Ministério Público de Mato Grosso, em 1987, por concurso público, ascendendo ao cargo de Procurador de Justiça, em 2002. No interior da Instituição, foi Coordenador Geral do Centro de Apoio Operacional (CAOP), do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (CEAF), tendo dirigido a Escola Superior do Ministério Público.

Seu pendor literário se manifestou desde a juventude, quando dirigiu o periódico estudantil O Industrial, da antiga Escola Técnica Federal de Mato Grosso (hoje IFET), colaborando em diversos jornais de Cuiabá e Várzea Grande.

Editor da Revista Jurídica do Ministério Público, periódico de grande relevância no interior do Ministério Público de Mato Grosso.

Publicou diversos artigos em jornais e revistas, e em livro Tribunal do Júri (2001).

 

Últimas Fotos

Show de Samba na Varanda da AML
A Academia Mato-grossense de Letras recebeu mais de 300 convidados para o show de música popular brasileira.

 

Novos Acadêmicos
Jantar em comemoração a eleição dos quatro novos acadêmicos que assumirão as cadeiras vagas da AML.

titulo historia em imagens

jose-de-mesquita

José de Mesquita

Esse é José de Mesquita, fundador da Academia Mato-Grossenses de Letras. Mesquita era filho do jurista, abolicionista de mesmo nome. Foi desembargador e dirigiu o Tribunal de Mato Grosso por 10 anos, assim como a própria AML por 40 anos. Com uma produção surpreendente, correspondeu-se com outras instituições culturais e academias de letras pelo Brasil.

blog-pedro-juca