logo-academia-site
logo-academia02
  • Slide 03
  • Slide 02
  • Slide 01
  • Slide 04

man

Arlindo de Andrade

Biografia

Nasceu Timbaúba-PE, aos 16 de abril de 1884, descendendo de Manoel da Cunha Andrade Gomes e Maria Cavalcanti.

Bacharelou-se pela tradicional Faculdade de Direito do Recife.

Iniciou sua carreira literária escrevendo em periódicos nordestinos, com destaque para o Diário de Pernambuco.

Após a formatura, descontente com o cenário político pernambucano, resolveu seguir para o Rio de Janeiro e de lá, via Estuário do Rio da Prata, para Mato Grosso. Segundo seu biógrafo Paulo Coelho Machado, “[...] durante o percurso encantou-se com a fauna e a flora da região, apreciando, sobretudo, as aves pantaneiras. Era um apaixonado pelas plantas e pelos animais. Tinha predileção especial pelo estudo da História Natural. Lia tudo que sobre o assunto lhe caia nas mãos.” (RAML, 1996, p. 71)

Em abril de 1908 aportou em Cuiabá, onde foi professor de Botânica no Liceu Cuiabano. Em 1909, foi nomeado Inspetor Escolar da Capital e mais tarde Procurador Fiscal da Delegacia do Tesouro do Estado de Mato Grosso.

Na área jurídica, sua carreira em Mato Grosso teve início como Juiz de Direito da Comarca de Nioaque, tendo substituído Eduardo Olímpio Machado, que se tornou seu amigo, e através dele ingressou na Maçonaria.

Em 1911 seguiu para Campo Grande, onde montou escritório de advocacia, porém, continuou nas lides jornalísticas, fundando o jornal O Estado de Mato Grosso, de propriedade da sua família (1913).

Seu prestígio elevou-o a Intendente de Campo Grande, em 1917. Foi divisionista convicto e amante declarado de Campo Grande. Participou de todos os grandes movimentos cívicos, especialmente do Tenentismo e da Revolução Paulista 1932, tendo nesse período ocupado o cargo de Secretário Geral do Governo Provisório. Derrotada essa Revolução, desencantou-se da política, porém deixou registrado no livro Erros da Federação, publicado em 1934.

Faleceu em São Paulo-SP, no dia 20 de agosto de 1975, tendo seu nome outorgado à uma via pública e escola de Campo Grande.

 

francisco-ayres

Francisco Ayres

Biografia

Nasceu em São Julião, Conselho de Chaves (Portugal), no dia 5 de dezembro de 1903, descendendo de Joaquim Ayres Teixeira Júnior e Maria Augusta da Cruz.

Desde criança alimentava o desejo de ser médico no Brasil. No ano de 1910 mudou-se para o Rio de Janeiro, onde graduou-se pela Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil.

Conseguiu a cidadania brasileira somente em 1938.

Dedicou-se à Medicina Social, atuando junto à região da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil, ficando famoso pelo transplante de córnea.

Professor Titular e Emérito da Universidade Federal de Goiás.

Pertenceu às Academias Mato-Grossense e Goiana de Letras.

Bibliografia

  • O Município de Campo Grande em 1922;
  • Terra Vermelha;
  • Poemas da Vida e do Sonh;
  • Jesus Cristo, meu companheiro/Krishnamyurti;
  • A verdade nua;
  • Eça de Queiroz: vida e glória;
  • Portugal descobridor;
  • Memorial do solar;
  • Uma visão de Fernando Pessoa;
  • Espiritismo,

dentre outras.

Faleceu em Goiânia-GO, aos 8 de setembro de 1986.

 

clovis-pitaluga-de-moura

Clóvis Pitaluga de Moura

Biografia

Nasceu em Cuiabá-MT, aos 10 de outubro de 1915, descendendo de João Bem Dias de Moura e Adélia Pitaluga de Moura.

Seus estudos fundamental e médio foram realizados em sua terra natal, sendo que o superior na Faculdade de Medicina da Universidade do Brasil, no Rio de Janeiro, entre os anos de 1934 e 1939. Na mesma escola se especializou em Organização e Administração Hospitalares, recebendo o certificado no ano de 1947.

Sempre foi atento às causas da medicina e sua evolução, por isso participou de vários cursos de aperfeiçoamento, organização e administração hospitalar.

Foi professor na Escola Técnica de Comércio de Cuiabá (1956), na Escola Auxiliar de Enfermagem (1952-1956) e na Universidade Federal de Mato Grosso, onde, além de lecionar, foi orientador acadêmico do Departamento de Medicina.

Lecionou também Clínica Obstétrica, Patologia Cirúrgica e Anatomia junto à Escola de Auxiliar de Enfermagem Dr. Mário Corrêa da Costa, de 1952 a 1956.

Assumiu os cargos de Diretor do Departamento de Saúde da Secretaria de Estado de Saúde (1943-1947); Diretor da Maternidade e Hospital Geral (1946-1966), Secretário de Estado de Saúde (1966-1969), Secretário de Estado de Educação (1966), dentre outras atividades.

Uma de suas preocupações sempre foi a questão ambiental, tendo liderado eventos e movimentos em prol do meio ambiente de Mato Grosso, tendo sido considerado um dos precursores das causas ambientais da região.

Recebeu diversas homenagens e condecorações, dentre as quais a Medalha do Mérito Legislativo “Paschoal Moreira Cabral”, comenda “Ordem do Mérito Estadual” e Diploma “Paulo Harris Felow”.

Faleceu em Cuiabá-MT, aos 10 de outubro de 2002.

 

wanderlei-jose-dos-reis

Wanderlei José dos Reis

Biografia

Naturalidade: Seberi/RS
Nascimento: 1970
Estado Civil: Casado
Profissão: Juiz de Direito em Mato Grosso
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/6593014497611929

Cargos e Atividades Atuais

- Juiz de Direito no Estado de Mato Grosso desde 2003 (Comarcas de Chapada dos Guimarães e Sorriso), jurisdicionando como titular da 1ª Vara Especializada de Família e Sucessões de Rondonópolis/MT, desde 06.02.2013.

- Juiz Eleitoral Titular da 46ª Zona Eleitoral de Mato Grosso (municípios de Rondonópolis e Pedra Preta).

- Professor da Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso (ESMAGIS/MT).

- Membro da Academia Mato-grossense de Letras – AML.

- Membro da Academia Mato-grossense de Magistrados – AMA.

- Membro e Coordenador Adjunto do Núcleo de Estudos e Pesquisas (NEP) da Escola Superior da Magistratura de Mato Grosso (ESMAGIS/MT).

- Escritor.

- Palestrante.

- Conferencista.

- Articulista.

Formação Educacional

1. Ensino Fundamental: Ensino fundamental concluído na Escola Estadual de 1º e 2º Graus Ministro João Paulo dos Reis Veloso, em 1985, em Dourados/MS.

2. Ensino Médio: Ensino médio concluído na Escola Estadual de 1º e 2º Graus Ministro João Paulo dos Reis Veloso, em 1988, em Dourados/MS.

3. Graduação:Graduação em Ciências com Habilitação Plena em Matemática (com ênfase em informática)”, cursado em 5 anos: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul – UFMS (nos anos de 1989 e 1990) e conclusão nas Faculdades Integradas de Dourados – SOCIGRAN, em 1994, em Dourados/MS.

4. Graduação:Bacharelado em Ciências Jurídicas”, pelo Centro Universitário da Grande Dourados (UNIGRAN), cursado de 1995 a 1999, em Dourados/MS.

5. Pós-Graduação:Pós-doutorado em Direito”, pela Università Degli Studi di Messina (UNIME-Itália) – 2014/2015, Messina/Itália. Tese defendida em 15.10.2015. Área: Direito Penal e Constitucional. Tese: “Análise da Lei Maria da Penha e sua Interpretação pelo Supremo Tribunal Federal”, sob a orientação da Profª. Drª. Verônica Bongiovanni, tendo como membros da Banca Examinadora de Tese Prof. Dr. Mario Francesco Trimarchi, Prof. Dr. Carlos Mario Clerc, Profª. Drª. Verônica Bongiovanni e Profª. Drª. Angela Laspina.

6. Pós-Graduação:Doutorado em Direito”, pela Universidad Católica de Santa Fe (UCSF-Argentina) – 2006/2014, Santa Fe/Argentina. Tese defendida em 02.07.2014. Área: Direito Constitucional. Tese: “Princípio Constitucional da Soberania dos Veredictos do Tribunal do Júri”, sob a orientação do Prof. Dr. Francisco de Salles Almeida Mafra Filho, tendo como membros da Banca Examinadora de Tese Prof. Dr. Daniel Marcelo Zoso, Prof. Dr. Horacio Daniel Rossatti e Profª. Drª. Laura Gema Zaccagnini de Gambino.

7. Pós-Graduação:Mestrado em Direito Constitucional”, pela Universidade Clássica de Lisboa (UL-Portugal) – 2012/2016, Lisboa/Portugal. Dissertação defendida em 12.04.2016. Área: Direito Constitucional. Dissertação intitulada: “O Sentido Evolutivo do Controle de Constitucionalidade no Brasil”. Sob orientação do Prof. Dr. Jorge Reis Novais e tendo como membros da Banca Examinadora o Prof. Dr. Vasco Pereira da Silva, o Prof. Dr. Francisco Queiroz Cavalcanti, o Prof. Dr. Jorge Reis Novais e o Prof. Dr. Lourenço Vilhena de Freitas.

8. Pós-Graduação: Especializando em Direito Administrativo e Contratos”, pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/RJ), com início em 08.01.2016.

9. Pós-Graduação: Especializando em Direito Ambiental”, pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/RJ), com início em 20.01.2017.

10. Pós-Graduação: Especialização em Direito Penal e Processo Penal”, pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/RJ), com início em 19.08.2015 e término em 14.01.2017.

11. Pós-Graduação: Especialização em Direito Eleitoral”, pela Universidade Cândido Mendes (UCAM/RJ), com início em 20.08.2015 e término em 21.11.2016.

12. Pós-Graduação:Especialização em Direito Tributário e Processo Tributário”, pela Universidade Estácio de Sá (UES - São Paulo/SP), com início em 29.07.2014 e término em 16.08.2015.

13. Pós-Graduação:Especialização em Direito Internacional”, pela Universidade Estácio de Sá, São Paulo/SP, com início em 25.02.2014 e término em 07.03.2015.

14. Pós-Graduação:Especialização em Direito Constitucional”, pela Universidade Clássica de Lisboa (UL-Portugal) – 2012/2014, em Lisboa/Portugal, com início em 12.11.2012 e término 23.04.2014.

15. Pós-Graduação:Especialização em Direito Constitucional”, pela Universidade Gama Filho (UGF – Campus Gonzaga da Gama Filho), Rio de Janeiro/RJ, com início em janeiro de 2013 e término em janeiro de 2014.

16. Pós-Graduação:MBA (Master Business Administration) em Poder Judiciário”, pela Fundação Getúlio Vargas – FGV Rio, Rio de Janeiro/RJ, no período de agosto de 2007 a janeiro de 2010.

17. Pós-Graduação:Especialização em Direito Processual Civil Avançado”, pelo Centro Universitário Cândido Rondon (UNIRONDON), Cuiabá/MT, início em março de 2003 e término em dezembro de 2004.

18. Pós-Graduação:Especialização em Direito Público Avançado”, pelo Centro Universitário Cândido Rondon (UNIRONDON), Cuiabá/MT, início em agosto de 2001 e término em janeiro de 2003.

19. Pós-Graduação:Especialização em Supervisão Escolar”, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro/RJ, de 02 de abril de 1997 a 06 de março de 1998.

20. Curso/Estágio:Extensão – International Judicial Training Program in Judicial Administration Conducted by the Dean Rusk Center for Internacional and Comparative Law - International, Comparative and Graduate Legal Studies of the School of Law and the Institute of Continuing Judicial Education”, Universidade do Estado da Geórgia, UGA, Athens, com estágios nas Cortes Americanas: Programa de Intercâmbio de Estudo Comparado com foco na Administração Judicial e no Sistema Constitucional, Civil e Penal dos Estados Unidos com base no Estado da Geórgia (Campus-sede da Universidade da Geórgia, UGA, Athens – EUA), de 27.11 a 10.12.2011.

Produção Literária

1. Livro “DIREITO PENAL PARA PROVAS E CONCURSOS” (ISBN 978853625144-8). 4ª edição. Revista, ampliada e atualizada de acordo com a nova Lei do Feminicídio – Lei n.º 13.104, de 09.03.2015. 2015. Curitiba: Juruá, 336 páginas.

2. Livro “TRIBUNAL DO JÚRI: IMPLICAÇÕES DA LEI N.º 11.689/08” (ISBN 978853625170-7 ). 1ª edição. 2015. Curitiba: Juruá, 270 páginas.

3. Livro DIREITO PENAL PARA PROVAS E CONCURSOS” (ISBN 978-85-362-4766-3). 3ª edição. Revista, atualizada e ampliada. 2014. Curitiba: Juruá, 326 páginas.

4. Livro DIRETORIA DE FORO E ADMINISTRAÇÃO JUDICIÁRIA” (ISBN 9788536226743). 1ª edição. 2010. Curitiba: Juruá, 260 páginas.

5. Livro DIREITO PENAL PARA PROVAS E CONCURSOS” (ISBN 9788536226743). 2ª edição. Revista, atualizada e ampliada. 2009. Curitiba: Juruá, 250 páginas.

6. Livro TOGA E PELERINE” (ISBN 9788577690435). 1ª edição. 2009. Cuiabá/MT: KCM Editora, 102 páginas.

7. ApostilaPROCESSO PENAL PARA O CONCURSO DE DELEGADO DE POLÍCIA”. 1ª edição. 2003. Cuiabá: Editora ESUD, 324 páginas.

8. Livro TEMAS DE DIREITO PENAL” (ISBN 00-0022-174-0). 1ª edição. 2002. Leme/SP: AEA Edições Jurídicas, 308 páginas.

9. Livro RECURSOS PENAIS” (ISBN 7898241890039). 1ª edição. 2002. Cuiabá: Editora Adriana, 204 páginas.

10. Livro DIREITO PENAL PARA PROVAS E CONCURSOS” (ISBN 8573948833). 1ª edição. 2001. Curitiba: Juruá, 214 páginas.

11. Manual REGIMENTO INTERNO DE DIRETORIA DO FORO DO PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DE MATO GROSSO”. 1ª edição. 2009. Cuiabá: Corregedoria-Geral da Justiça de Mato Grosso, 44 páginas.

Concursos Públicos e Eleições

1. Concurso Público:Magistratura do Estado de Mato Grosso”, aprovado em 1º lugar no concurso de ingresso, com média final 92,26 (1.236 candidatos inscritos), em 2002/2003.

2. Concurso Público:Delegado de Polícia Civil do Estado de Mato Grosso”, aprovado em 1º lugar no concurso de ingresso (3.063 candidatos inscritos), em 1999/2000.

3. Concurso Público:Técnico Judiciário Federal” do Tribunal Regional Eleitoral/MS, em 1997.

4. Concurso Público:Sargento de Carreira do Exército Brasileiro (CFS/ESA: Curso de Formação de Sargentos de Carreira do Exército Brasileiro na Escola de Sargentos das Armas – Três Corações/MG)”, em 1990.

5. Eleição: AML – Academia Mato-grossense de Letras”. Eleito e empossado de forma vitalícia, em 16.11.2007, na Cadeira 5, cujo patrono é Antônio Pires da Silva Pontes e seu último ocupante foi Dr. Clóvis Pitaluga de Moura.

6. Eleição: AMA – Academia Mato-grossense de Magistrados”, Cadeira 40, Patrono: Desembargador Hélio Ferreira de Vasconcelos – Eleito e empossado de forma vitalícia, em 13.11.2007.

Comendas

1. Comenda Marechal Rondon: Concedida em 2016 pela Câmara Municipal de Rondonópolis/MT, pelos relevantes serviços prestados ao município na condição de juiz titular da 1ª Vara Especializada de Família e Sucessões e juiz eleitoral titular da 46ª Zona Eleitoral de Mato Grosso.

2. Comenda Doutor Evandro Lins e Silva: Foi o primeiro agraciado com a Comenda Doutor Evandro Lins e Silva, em 2008, instituída e concedida pela Ordem dos Advogados do Brasil - 17ª Subseção de Mato Grosso (Sorriso/MT), em face de seu legado em prol da ordem e da sociedade e da exemplar conduta ética como magistrado titular da 1ª Vara Cível e Diretor do Foro local ao longo de sua vida profissional, sempre em defesa da Constituição, da ordem jurídica, do Estado Democrático de Direito brasileiro e da justiça social.

3. Comenda Claudino Frâncio: Concedida em 2008 pela Câmara Municipal de Sorriso/MT, pelos relevantes serviços prestados ao município de Sorriso/MT como juiz titular da 1ª Vara Cível e Diretor do Foro local.

Títulos Honorários

1. Título Honorário:Cidadão Mato-grossense”, concedido em 2007 pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

2. Título Honorário:Cidadão Sorrisense”, concedido em 2006 pela Câmara Municipal de Sorriso/MT.

3. Título Honorário:Cidadão Chapadense”, concedido em 2006 pela Câmara Municipal de Chapada dos Guimarães/MT.

4. Título Honorário:Cidadão Ubiratanense”, concedido em 2005 pela Câmara Municipal de Nova Ubiratã/MT.

5. Título Honorário:Cidadão Ipiranguense”, concedido em 2010 pela Câmara Municipal de Ipiranga do Norte/MT.

6. Título Honorífico:Homenagem da Câmara Municipal de Nova Ubiratã”, concedida em 27.03.2012.

7. Título Honorário:Cidadão Rondonopolitano”, concedido em 2015 pela Câmara Municipal de Rondonópolis/MT.

8. Título Honorário: Cidadão Pedra-pretense”, concedido em 2016 pela Câmara Municipal de Pedra Preta/MT.

 

Moções de Aplausos, Louvor e Congratulação

1. Moção de Louvor: Concedida em 2007 pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

2. Moção de Aplausos: Concedida em 2007 pela Câmara Municipal de Cuiabá/MT.

3. Moção de Aplausos: Concedida em 2007 pela Câmara Municipal de Sorriso/MT.

4. Moção de Aplausos: Concedida em 2010 pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

5. Moção de Aplausos: Concedida em 2010 pela Câmara Municipal de Sorriso/MT.

6. Moção de Aplausos: Concedida em 2010 pela Câmara Municipal de Marcelândia/MT.

7. Moção de Aplausos: Concedida em 2012 pela Câmara Municipal de Nova Ubiratã/MT.

8. Moção de Congratulação: Concedida em 2015 pela Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso.

9. Moção de Aplausos: Concedida em 04.05.2016 pela Câmara Municipal de Rondonópolis/MT.

10. Moção de Aplausos: Concedida em 10.12.2016 pela Câmara Municipal de Rondonópolis/MT.

 

Láureas

1. Mérito: “Aprovado em 1º lugar no concurso para Juiz Substituto do Estado de Mato Grosso”, com média final 92,26 (1.236 candidatos inscritos), em 2002/2003, em Cuiabá/MT.

2. Mérito: “Aprovado em 1º lugar no concurso de Delegado de Polícia Civil de Mato Grosso”, com 153,14 pontos (3.063 candidatos inscritos), em 1999/2000, em Cuiabá/MT.

3. Láurea Universitária: “1º colocado da turma” – “Bacharelado em Ciências Jurídicas”, em 1999, na UNIGRAN – Centro Universitário da Grande Dourados, Dourados/MS, com média final 9,23.

4. Láurea Universitária: “1º colocado da turma”“Graduação em Ciências com Habilitação Plena em Matemática (com ênfase em informática)”, em 1994, nas Faculdades Integradas de Dourados – SOCIGRAN, Dourados/MS, com média final 9,00.

Algumas Distinções

1. MOÇÃO DE RECONHECIMENTO NACIONAL PELO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA: Como juiz diretor do Foro da Comarca de Chapada dos Guimarães (2003 e 2004) teve a Unidade Judiciária reconhecida em nível nacional em 2004 pelo Governo Federal, através do Ministério da Justiça, como uma das melhores práticas nacionais de gestão judiciária voltada para a eficiência, celeridade e excelência na prestação jurisdicional.

2. MOÇÃO DE RECONHECIMENTO ESTADUAL: Através do Certificado Top of Mind Brazil de Consagração Pública concedido em 2006 pelo INBRAP (Instituto Brasileiro de Pesquisa de Opinião Pública) à Unidade Judiciária de Sorriso/MT que, sob sua gestão como juiz diretor do Foro desde 03.11.2004, destacou-se no âmbito estadual pela sua organização e excelência na qualidade do serviço judiciário prestado à população sorrisense, voltado para a celeridade e eficiência.

3. DISTINTIVO DE RECONHECIMENTO: Recebeu o “DISTINTIVO DESTAQUE CGJ/MT-2007/2009: Celeridade - Eficiência - Organização”, sendo elogiado pelo Corregedor Geral da Justiça de Mato Grosso pelos elevados índices de produtividade como juiz titular da 1ª Vara Cível de Sorriso.

4. PARANINFO DE TURMA DO CURSO DE DIREITO: Foi eleito “Paraninfo de Turma” da 1ª Turma do Curso de Direito da Faculdade de Sorriso (FAIS) – Turma Desembargador Luiz Ricardo Alcântara –, sendo o orador da solenidade de colação de grau realizada em 02.02.2012.

5. PLACA DE HOMENAGEM A JURISTA: Afixada placa na GALERIA MEMÓRIA DA FACULDADE DE SORRISO (FAIS), em 17.05.2011, com os seguintes dizeres: “HOMENAGEM A JURISTA: A Faculdade de Sorriso presta justa homenagem e reconhecimento ao Prof. Dr. Wanderlei José dos Reis, jurista de escol reconhecido nacionalmente, membro vitalício da AML e MM. Juiz de Direito desta Comarca, por sua colaboração com o Curso de Direito da FAIS e sua perene contribuição com as ciências jurídicas do país, atribuindo seu nome à Sala de Audiências do Núcleo de Prática Jurídica da instituição.”

6. NOME EM SALA DE AUDIÊNCIAS DE NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA: Homenageado pela Faculdade de Sorriso (FAIS), com a inauguração da Sala de Audiências do Núcleo de Prática Jurídica da instituição que recebeu o nome “Prof. Dr. Wanderlei José dos Reis”. A homenagem se deu durante o evento de inauguração do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ/FAIS), em 17.05.2011, como reconhecimento da sociedade pelo dinamismo e comprometimento profissional do magistrado, contribuindo com o desenvolvimento de Sorriso e colaborando com o Curso de Direito da FAIS e com a propagação do conhecimento jurídico em todo o país.

7. PATRONO DE TURMA DO CURSO NORMAL SUPERIOR: Foi eleito “Patrono de Turma” da 1ª Turma do Curso Normal Superior da Faculdade de Sorriso (FAIS), sendo o orador da solenidade de colação de grau do Curso de Administração de Empresas e Normal Superior da FAIS, em 15.12.2006.

8. VOTO DE ELOGIO DO CNJ, PRESIDÊNCIA DO TJMT E CORREGEDORIA-GERAL DE JUSTIÇA DE MT: Concedido em 2010 pelos excelentes serviços prestados na 1ª Vara Cível de Sorriso/MT imprimindo celeridade nos julgamentos dos processos da Meta 2 do ano de 2009. 

 

Últimas Fotos

Show de Samba na Varanda da AML
A Academia Mato-grossense de Letras recebeu mais de 300 convidados para o show de música popular brasileira.

 

Novos Acadêmicos
Jantar em comemoração a eleição dos quatro novos acadêmicos que assumirão as cadeiras vagas da AML.

titulo historia em imagens

jose-de-mesquita

José de Mesquita

Esse é José de Mesquita, fundador da Academia Mato-Grossenses de Letras. Mesquita era filho do jurista, abolicionista de mesmo nome. Foi desembargador e dirigiu o Tribunal de Mato Grosso por 10 anos, assim como a própria AML por 40 anos. Com uma produção surpreendente, correspondeu-se com outras instituições culturais e academias de letras pelo Brasil.

blog-pedro-juca