logo-academia-site
logo-academia02
  • Slide 03
  • Slide 02
  • Slide 01
  • Slide 04

louremberg

Lourembergue Alves

Biografia

Nasceu em Alto Paraguai-MT, aos 18 de julho de 1957.

Graduado em História pela Universidade Federal de Mato Grosso.

Mestre em História pela Universidade de Cuiabá - Unic, concluindo em 2002, com a dissertação A Educação Pública Mato-grossense de 1º e 2º Graus: 1964/1985.

Especialista em Metodologia e Didática do Ensino Superior, pela Unic (1996-1997), defendeu a monografia Processo de democratização do ensino secundário no estado de Mato Grosso: 1942 - 1960.

Atuou como docente junto à Universidade de Cuiabá - Unic

Escreve sobre política e analisa a política contemporânea de Mato Grosso, junto à imprensa falada, escrita e televisada. Lecionou na UFMT e hoje leciona Historia na Universidade de Cuiabá-Unic.

Pertence ao Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso, na categoria de sócio efetivo, tendo assumido a Vice-Presidência da instituição na gestão 2000-2002.

Participou e venceu concursos de monografias, a exemplo de Generoso Ponce –o condutor da massas (1991) e Dr. Arnaldo – o último cruzado (1993), ambos promovidos pela Fundação Júlio Campos.

 

Bibliografia

Livros publicados/organizados ou edições

  • O último cruzado de nossa colonização. São Paulo: Scortecci, 2004.
  • Caetanada: violência e luta armada como estratégia de obtenção e manutenção de poder. São Paulo: Scortecci, 2002.
  • O rádio no tempo da radionovela. Cuiabá: EdUFMT, 1999.

 

Últimas Fotos

Show de Samba na Varanda da AML
A Academia Mato-grossense de Letras recebeu mais de 300 convidados para o show de música popular brasileira.

 

Novos Acadêmicos
Jantar em comemoração a eleição dos quatro novos acadêmicos que assumirão as cadeiras vagas da AML.

titulo historia em imagens

jose-de-mesquita

José de Mesquita

Esse é José de Mesquita, fundador da Academia Mato-Grossenses de Letras. Mesquita era filho do jurista, abolicionista de mesmo nome. Foi desembargador e dirigiu o Tribunal de Mato Grosso por 10 anos, assim como a própria AML por 40 anos. Com uma produção surpreendente, correspondeu-se com outras instituições culturais e academias de letras pelo Brasil.

blog-pedro-juca