logo-academia-site
logo-academia02
  • Slide 03
  • Slide 02
  • Slide 01
  • Slide 04

ivens-cuiabano-scaff

Ivens Cuiabano Scaff

Biografia

Cuiabano, nascido em 30 de junho de 1951. A escolaridade inicial foi realizada nas melhores escolas cuiabanas e continuada nos colégios de escol do Rio de Janeiro.

A escolaridade superior foi cursada na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro tendo feito, com destaque, residência médica no Hospital da Lagoa, no Rio de Janeiro, e, na sequência, cursos de pós-graduação na área da saúde, na UFMT.

Atividades profissionais

Como professor, realizou suas tarefas didáticas tanto na Universidade Federal de Mato Grosso quanto na Universidade de Cuiabá - UNIC, com especial dedicação.

Médico reconhecido nos vários hospitais onde atuou e atua, com destaque no Ambulatório de DST/AIDS/Hepatites (CERMAC-SEC de SAÚDE/MT).

Atuações culturais

Ocupou o cargo de Coordenador de Cultura da UFMT, foi também Conselheiro de Cultura da SEC-MT e Conselheiro Editorial da revista VÔTE, entre outas atuações.

Prêmios e condecoração

Prêmio Jornal do Dia Crônicas Carnavalescas.

Prêmio para o livro Uma maneira simples de voar concedido pela Secretaria de Estado da Cultura.

Condecoração Ordem do Mérito do Governo do Estado de Mato Grosso, Grau Cavaleiro.

Bibliografia

Entre as inúmeras obras publicadas destacam-se:

Na categoria dos infanto-juvenil:

  • Uma maneira simples de voar; e
  • O menino órfão e o menino rei.

Na poesia:

  • Mil mangueiras; e
  • Kyvaverá.

Os dois primeiros Uma Maneira Simples de Voar e O menino órfão e o menino rei traçam histórias com contrapontos e metáforas que apontam o imaginário das crianças com as realidades e ficções apropriadas. O seu estilo revela a competência da narrativa e a função da mensagem. Ivens Scaff acrescenta modelos novos na escritura infanto-juvenil. Mil mangueiras e Kyvaverá são as obras poéticas que nasceram para marcar, como seu, o chão cuiabano recheado da arte de poetar. Na linguagem poética a busca e o encontro pela identidade cultural da cuiabania ampliada até os paredões chapadenses.

 

Últimas Fotos

Show de Samba na Varanda da AML
A Academia Mato-grossense de Letras recebeu mais de 300 convidados para o show de música popular brasileira.

 

Novos Acadêmicos
Jantar em comemoração a eleição dos quatro novos acadêmicos que assumirão as cadeiras vagas da AML.

titulo historia em imagens

jose-de-mesquita

José de Mesquita

Esse é José de Mesquita, fundador da Academia Mato-Grossenses de Letras. Mesquita era filho do jurista, abolicionista de mesmo nome. Foi desembargador e dirigiu o Tribunal de Mato Grosso por 10 anos, assim como a própria AML por 40 anos. Com uma produção surpreendente, correspondeu-se com outras instituições culturais e academias de letras pelo Brasil.

blog-pedro-juca