logo-academia-site
logo-academia02
  • Slide 03
  • Slide 02
  • Slide 01
  • Slide 04

leopoldino-marques-do-amaral

Leopoldino Marques do Amaral

Nasceu em Poconé-MT, em 1º de novembro de 1943, filho de Augusto Marques do Amaral e Domitila Maria Modesto do Amaral.

Formado em diversos cursos superiores - de Filosofia Pura, de Letras e Direito, com especialização em Direito Administrativo e Direito do Trabalho aplicado ao Magistério.

Exerceu o magistério na Escola Agrícola São Vicente e Colégio Dom Bosco (Campo Grande), Ginásio Pe. Carletti (Alto Araguaia), Colégio Estadual de Mato Grosso, na Universidade Federal de Mato Grosso, no Curso Objetivo, Curso Galeno, na Escola Superior da Magistratura de Cuiabá e Escola Superior do Ministério Público, em Cuiabá. Coordenou a Escola Superior da Magistratura.

Ocupou os seguintes cargos: Diretor Regional do Sesc e Senac de Mato Grosso; Gerente Geral da Empresa Rápido Noroeste, Subprocurador da Prefeitura Municipal de Cuiabá, Assessor Jurídico da Câmara Municipal de Cuiabá, Advogado do Sindicato dos Garçons de Cuiabá, dentre outros cargos.

Construiu o Sesc em Campo Grande-MS e iniciou a construção do Senac de Cuiabá, terminado pelo Dr. Simão Aureliano de Barros Filho.

Como Magistrado, atuou como Juiz em diversas comarcas no interior: Barra do Bugres, Rosário Oeste, Diamantino, Arenápolis, Nortelândia, Porto dos Gaúchos, tendo também coordenado o Juizado Especial de Pequenas Causas de Cuiabá. Foi agraciado com o título de Presidente de Honra da Associação dos Servidores da Justiça do Estado de Mato Grosso. Como jurista, exerceu o cargo de vice-presidente da Comissão de Reforma do Código de Processo Civil do Ministério da Justiça – Brasília-DF.

Morreu tragicamente em Concepcion-Paraguai, no dia 7 de setembro de 1999.

Bibliografia

Sua obra literária é vasta, estampada em periódicos regionais e nacionais.

Em livro:

  • Ser Juiz;
  • Racionalização dos Serviços Judiciários (em co-autoria);
  • Poder Judiciário: críticas e novas perspectivas;
  • Justiça, mostra a sua cara.

 

 

Últimas Fotos

Show de Samba na Varanda da AML
A Academia Mato-grossense de Letras recebeu mais de 300 convidados para o show de música popular brasileira.

 

Novos Acadêmicos
Jantar em comemoração a eleição dos quatro novos acadêmicos que assumirão as cadeiras vagas da AML.

titulo historia em imagens

jose-de-mesquita

José de Mesquita

Esse é José de Mesquita, fundador da Academia Mato-Grossenses de Letras. Mesquita era filho do jurista, abolicionista de mesmo nome. Foi desembargador e dirigiu o Tribunal de Mato Grosso por 10 anos, assim como a própria AML por 40 anos. Com uma produção surpreendente, correspondeu-se com outras instituições culturais e academias de letras pelo Brasil.

blog-pedro-juca